Talvez eu realmente não seja mais quem eu costumava ser. Porque sempre há uma segunda chance para mudar o que você era e foi nessa chance que eu me agarrei. A vida fode com você, em todas as posições, como se tivesse escrito o Kama Sutra e aplicasse em você todos os dias. Não adianta tentar fugir da realidade, ela persegue, encontra e mata sonhos. E a segunda chance sempre vai parecer uma coisa legal, se não deu certo dessa vez, tente novamente mais tarde, de outra forma. E nisso, a vida vai se tornando um baú de novas chances interminável, até que enfim, a morte chegue e leve em bora não apenas os sonhos dessa vez.

Nunca é do jeito que eu quero, e quando é, eu não quero.

(Fonte: manga-fox, via othergame)

Fria num dia, meiga no outro.
Eu não preciso de vc, eu preciso apenas de bons livros
Fui relembrar e agora a saudade está machucando!